28 agosto, 2011

Capes lança primeira chamada pública do Programa Ciência sem Fronteiras

via Página Inicial de guilherme.oliveira@capes.gov.br (Assessoria de Imprensa da Capes) em 26/08/11

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lança nesta sexta-feira, 26, a primeira chamada pública no âmbito do programa Ciência sem Fronteiras. Nesta primeira chamada, as bolsas serão disponibilizadas na modalidade graduação-sanduíche nos Estados Unidos da América (EUA). A ida dos estudantes terá início a partir de janeiro de 2012.
Os alunos participantes receberão auxílio financeiro pelo período de 12 meses, pagamento das taxas escolares norte-americanas, nos casos em que couber, além de passagens aéreas para o traslado Brasil/EUA/Brasil.
Filipeta01 CSF webA primeira chamada pública da Capes possibilitará às Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras que selecionem estudantes brasileiros de graduação em áreas de estudo de interesse para o Brasil, para a realização de disciplinas e/ou estágio em instituições norte-americanas. Para isso, o documento estabelece que as IES brasileiras devem firmar acordo de adesão com a Capes, por meio do qual habilitam-se a selecionar e a indicar seus alunos para irem aos EUA.
Para se inscrever, os candidatos devem ter, entre outros requisitos, nacionalidade brasileira; apresentar bom rendimento acadêmico, ter concluído, no mínimo, 40% e, no máximo, 80% do currículo previsto para o curso de graduação no momento de início da viagem de estudos; e ter obtido nota mínima de 79 pontos no exame TOEFL/IBT Test.
Caberá à Capes implementar as propostas das IES, respeitadas as disponibilidades orçamentária e de absorção dos alunos pelas universidades norte-americanas.
O contato com a Capes deverá ser realizado pelo endereço eletrônico graduacaosemfronteiras.usa@capes.gov.br.

Ciência sem fronteiras

O Programa Ciência sem Fronteiras, lançado no dia 26 de julho de 2011, é um programa do Governo Federal que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio de alunos de graduação e pós-graduação e da mobilidade internacional. O projeto prevê a concessão de até 75 mil bolsas em quatro anos.
A iniciativa é fruto de esforço do Ministério da Educação (MEC), em conjunto com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), por meio de suas respectivas instituições de fomento – Capes e CNPq –, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC.

Acesse aqui a página do Ciência sem Fronteiras.